Livro sobre Claire fala sobre Isla Sorna, construção do Jurassic World e mais - Mundo Jurássico BR

Últimas notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

Anuncie Aqui

terça-feira, 26 de junho de 2018

Livro sobre Claire fala sobre Isla Sorna, construção do Jurassic World e mais


O livro The Evolution of Claire (tradução literal: "A evolução de Claire"), que conta a história de Claire Dearing, interpretada por Bryce Dallas Howard, chega hoje (26) às livrarias americanas. O romance marca a primeira extensão oficial e canônica do universo de Jurassic Park para além da série de filmes (exceto pelos sites oficiais da Masrani Global e do Dinosaur Protection Group, por exemplo). Escrito pela autora Tess Sharpe, conhecida por suas obras para o público jovem adulto, a história se passa em 2004, meses antes da abertura do parque temático Jurassic World, quando Claire, aos 19 anos, é escalada para participar de um programa de estágio na Masrani, empresa dona do resort na Isla Nublar. O livro cita lugares conhecidos como a Isla Sorna, além de dar detalhes sobre os dinossauros do parque e contar com a presença de personagens como Dr. Henry Wu e Simon Masrani.

Claire é apresentada como uma amante de animais e defensora de seus direitos. Ela é, particularmente, apaixonada por dinossauros desde o incidente em San Diego, quando um T.rex foi solto na cidade durante o filme O Mundo Perdido: Jurassic Park (1997). Simon Masrani, o presidente da Masrani Global, dona do Jurassic World, está prestes a abrir o novo parque e criou uma campanha de marketing de dar inveja ao Willy Wonka e sua fábrica de chocolates. Quando a oportunidade de trabalhar na empresa aparece, Claire não pensa duas vezes antes de aceitar.

Durante a sua jornada à Isla Nublar, Claire desfruta de um amadurecimento pessoal e ganha independência. Ela lida com romances e preconceitos, além de, é claro, os dinossauros, desde um jovem triceraptops, um braquiossauro brincalhão e um perigoso velociraptor. Tudo parece perfeito até que, como de costume nas histórias de Jurassic Park, algo dá errado e o caos é instaurado. 

Ela cruza com rostos conhecidos da franquia, como o intrigante Dr. Henry Wu (BD Wong, nos filmes), que é um dos destaques do livro. Apesar de não ser um vilão, ele é apresentado como um personagem complexo e inteligente, que ajuda a moldar e inspirar Claire durante a sua estadia na ilha. Além de Wu, Claire também cria uma relação com o próprio Simon Masrani (Irrfan Khan), que demonstra interesse em sua carreira e estudos. 

A Isla Sorna, que praticamente não é mencionada e nem aparece nos filmes desde Jurassic Park III (2001), é citada diversas vezes durante o livro e alguns dinossauros de lá são transportados para a Isla Nublar. Claire chega a comentar que a Masrani é muito mais discreta e mantém segredos sobre a Isla Sorna. Entre outros detalhes revelados, estão a flora pré-histórica da ilha e a nutrição dos dinossauros, além da tecnologia inovadora utilizada nos laboratórios.

Os dinossauros que habitavam o parque em 2004 eram os sobreviventes dos eventos de Jurassic Park (1993), e o resort seria aberto apenas com eles, inicialmente, apesar dos cientistas estarem criando novas espécies. Há também uma condição médica misteriosa que começou a se espalhar entre os dinossauros, então os cientistas passam a aplicar injeções com esteroides já nos ovos dos novos dinossauros, o que pode explicar certa agressividade de algumas espécies. 

A autora apresenta Claire como uma personagem feminina muito forte e nos dá a oportunidade de conhecermos melhor parte do percurso que ela percorreu até a encontrarmos, mais de uma década depois, no filme Jurassic World (2015).




Infelizmente, o livro só está disponível em inglês e nos EUA, mas pode ser encomendado pela Amazon Brasil aqui, por R$ 68. 

Jurassic World: Reino Ameaçado, quinto filme da franquia, já está em exibição nos cinemas.

Texto adaptado de resenha do Jurassic Outpost.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie Aqui