Artes conceituais do Stegoceratops, o segundo híbrido de Jurassic World! - Mundo Jurássico BR

Últimas notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

Anuncie Aqui

sábado, 16 de setembro de 2017

Artes conceituais do Stegoceratops, o segundo híbrido de Jurassic World!

Indominus Rex, inicialmente, não seria o único híbrido de Jurassic World (2015). Algumas versões do roteiro incluíam uma espécie chamada Stegoceratops, que apareceu em produtos relacionados à franquia como brinquedos, no jogo Jurassic World: the Game e até uma rápida aparição no monitor do laboratório do Dr. Henry Wu (BD Wong), nas cenas finais do filme.


Mais de dois anos após a estreia do longa nos cinemas, o artista Bodin Sterba, que trabalhou em conceitos para o visual que o dinossauro teria no filme, divulgou algumas imagens do animal:


Acreditávamos que o híbrido era composto por DNA de Estegossauro e Triceratops, porém as características apontam que o híbrido seria, na verdade, entre Estegossauro e Nasutoceratops.

O motivo da ausência dele na versão final do filme foi, segundo Colin Trevorrow, diretor e roteirista de Jurassic World, foi que "a ideia de ter mais de um [híbrido] faria parecer que [o Indominus] era menos sintético em relação a todos os outros [dinossauros] orgânicos", ou seja, Indominus não seria único o suficiente. A ideia era que Claire (Bryce Dallas Howard) e Owen (Chris Pratt) se deparassem com um Stegoceratops adulto e seu filhote na selva da Isla Nublar, e quando Owen se aproximasse do filhote, o adulto o atacaria. Isso deixaria claro para o público que Claire não fazia ideia de todos os experimentos que Dr. Wu realizava em seu laboratório.

Em tempo: Falando em híbridos, outro artista, desta vez Ian Joyner, revelou duas artes conceituais do que viria a ser o Indominus Rex:

Fonte: Jurassic Outpost.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie Aqui